ADM de Redes

Um Blog sobre o dia a dia do Administrator de Redes e Servidores Microsoft

By

O futuro do Datacenter pela Microsoft!

Olá pessoal,

Sim, sim… o Windows 10 foi anunciado ontem. E você pode ficar de olho nesta página se você quiser ter acesso ao SO em sua versão Technical Preview: http://windows.microsoft.com/en-us/windows/preview-coming-soon.

Mas quando anunciamos um produto como o Windows, é comum outros anúncios passarem desapercebidos. E como o foco deste humilde Blog é Administradores de Redes e Sistemas, o anúncio que queria dar destaque aqui é o Futuro do Datacenter pela Microsoft.

Ontem, o time de Server & Cloud fez um Blog Post com algumas informações sobre o que está por vir no Windows Server e System Center. Informações quentes! Se você quer conferir, acesse: http://blogs.technet.com/b/server-cloud/archive/2014/09/30/an-early-look-at-the-future-of-the-datacenter-from-microsoft.aspx.

Queria destacar aqui as novidades que foram anunciadas:

Infrastructure upgrades: Rolling upgrades for Hyper-V clusters to the next version of Windows Server without downtime for your applications and workloads. This includes support for mixed versions as you transition your infrastructure.

Networking:  New components for our software-defined networking stack that enable greater flexibility and control, including a network controller role to manage virtual and physical networks.

Storage: New synchronous storage replication that enhances availability for key applications and workloads plus storage Quality of Service to deliver minimum and maximum IOPS in environments with workloads with diverse storage requirements.

Remote Desktop: Enhanced application compatibility with OpenGL and OpenCL support.

Identity and Access Management: New scenarios to reduce the risk profile of administrators with elevated rights, including time-based access with fine-grained privileges, and new application publishing capabilities.

Como você pode perceber, são apenas citações do que será colocado no produto final. Ainda hoje, 01 de Outubro, os Bits dos produtos serão liberados também em modelo de Technical Preview. Assim que os mesmos estiverem disponíveis, este post será atualizado! Então fique de olho!

Até mais!

Update 01: O Windows Server Technical Preview já está disponível na galeria de imagens do Microsoft Azure:

Update 02: Documentação Técnica disponível no TechNet Library: http://technet.microsoft.com/en-us/library/dn765472.aspx.

Update 03: Windows Server Technical Preview e System Center Technical Preview, exceto SCCM, estão disponíveis via MSDN Subscriber Downloads.

By

Opções de Storage para Hyper-V – Parte 3

Olá Pessoal,

Este é o último post da série de posts sobre storage para empresas de pequeno e médio porte. E para finalizar, vamos falar sobre o que talvez seja a solução mais simples para empresas pequenas e médias. Estamos falando do SMB3. Se você não sabe o que é SMB, recomendo dar uma olhada aqui. Para simplificar, quando você compartilha uma pasta no Windows Server 2012 ou 2012 R2, você pode utilizar CIFS ou SMB3. Caso você opte por SMB3, este compartilhamento também pode hospedar alguma aplicação, que pode ser Hyper-V, SQL ou arquivos tradicionais. No caso do Hyper-V, isso significa que você pode armazenar uma máquina virtual em um caminho como \\nomedoservidor\compartilhamento\.

Antes de falar do SMB3, vamos dar uma olhada nos recursos de storage que grandes corporações tem acesso com dispositivos de alta performance:

- Storage Tiering
- Data deduplication
- RAID resiliency groups
- Pooling of disks
- High availability
- Persistent write-back cache
- Copy offload
- Snapshots

Todos os recursos acima, tradicionalmente, ficam disponíveis apenas em dispositivos de storage extremamente caros. Estes recursos permitem que as organizações tirem o máximo proveito de sua arquitetura de armazenamento, mas apenas grandes empresas conseguem acesso a estes recursos pois estes dispositivos tem um custo muito elevado.

O interessante disso tudo é que você já viu nos posts anteriores, que existem opções de baixo custo bem interessantes que permitem que você utilize o Hyper-V com recursos de storage que apenas grandes empresas poderiam ter acesso. Já o SMB3, comparativamente, não vai trazer muitas novidades. Vejam:

A grande diferença está na implementação. A implementação de um storage SMB3 com todos estes recursos é extremamente simples e, diferente de FC e iSCSI, não há necessidade de hardware especial. (Obs.: iSCSI em teoria não precisa de hardware especial, mas você só poderá usufruir de todas as capacidades com hardware iSCSI)

Para ajudar vocês a entenderem os benefícios do SMB3, separei alguns links:

- SMB 3.0 Features: http://support.microsoft.com/kb/2709568/en-us
- Hyper-V com SMB3: http://blogs.technet.com/b/yungchou/archive/2012/09/10/windows-server-2012-hyper-v-over-smb-explained.aspx
- Scale out File Server: http://blogs.technet.com/b/filecab/archive/2013/12/05/to-scale-out-or-not-to-scale-out-that-is-the-question.aspx

Além dos links acima, separei alguns também que são interessantes, já que estamos trazendo para dentro do Windows Server algumas funções de storage:

- Storage Spaces: http://technet.microsoft.com/en-us/library/hh831739.aspx
- Deduplicação de Dados: http://blogs.technet.com/b/filecab/archive/2012/05/21/introduction-to-data-deduplication-in-windows-server-2012.aspx

E para fechar, um documento com todas as features de Storage do Windows Server 2012 R2: http://download.microsoft.com/download/9/4/A/94A15682-02D6-47AD-B209-79D6E2758A24/Windows_Server_2012_R2_Storage_White_Paper.pdf

Espero que tenham gostado de todo o conteúdo desta série de posts.
Até mais!

By

Opções de Storage para Hyper-V – Parte 2

Olá Pessoal,

Continuando a nossa conversa sobre opções de Storage para Hyper-V para empresas de pequeno e médio porte, hoje vou descrever um pouco sobre storage iSCSI. Você pode se perguntar: Mas Vinícius, você não disse empresas de pequeno e médio porte? Sim. Deixe-me explicar:

Quando começamos a falar sobre protocolos de Storage para empresas pequenas e médias, o medo do custo muitas vezes faz com que essas empresas nem validem opções muito interessante de storage. Obviamente, um dispositivo de storage é muitas vezes uma excelente opção por questões de performance, confiabilidade e etc, mas também, muitas vezes proibitivo por questões de custo.

Porém, um dos recursos nativos do Windows Server 2012 e 2012 R2 é o iSCSI Target Server. Com este recurso, você pode transformar um servidor em um storage com diversos recursos que pequenas empresas só teriam acesso fazendo o investimento em um dispositivo com custo mais elevado. Obviamente, você deverá dedicar um servidor para isso, mas a ideia é ter um storage de baixo custo com recursos que seriam inimagináveis para estas organizações. Veja os benefícios da utilização de um iSCSI Target Server com Windows Server 2012 R2:

Um ponto extremamente importante para que o acesso ao storage não seja prejudicado e impacte na performance das VMs, é o desenho da infraestrutura. Um dos fatores que faz com que as gandres corporações tenham uma excelente performance em dispositivos de storage é que elas dedicam um tempo e investimento no desenho desta infraestrutura. Obviamente, pequenas e médias empresas não tem as mesmas opções, mas nem por isso uma solução de iSCSI Target via Windows Server será pior. Muito pelo contrário. Em alguns casos a flexibilidade de configurações do Windows Server é um dos benefícios para estas pequenas e médias empresas.

Dois pontos são importantes aqui: O primeiro é que o acesso ao servidor iSCSI será feito via rede. Isso não significa que você vai colocar o tráfego de acesso ao storage no mesmo local do acesso a rede tradicional. Isolamento de tráfego é essencial. Hum, você irá pensar: “Complicou”. Não, fique calmo. Para resolver esse problema, é importante que você conheça um conceito chamado “Converged Network”. Apesar do nome complexo, o conceito é bem simples:

Numa rede tradicional, para que você possa isolar o tráfego dentro de um servidor, você vai colocar placas de rede dedicadas para um tráfego. Neste modelo, você teria pelo menos uma placa para o tráfego iSCSI. No modelo converget network, você terá placas de rede em Teaming (agrupadas) e placas de rede virtuais em cima deste teaming, sendo uma placa de rede virtual para cada tráfego. Além disso, uma coisa que você deve fazer é aplicar uma prioridade para cada tráfego, isolando e priorizando assim o tráfego importante. Veja o modelo abaixo:

Um ponto importante: Na imagem você tem 4 placas de 10Gbps. Mas esse conceito pode ser aplicado com 2 placas de 1Gbps. Para conhecer algumas formas de fazer essa configuração, separei alguns links:

- Building A Converged Fabric with Windows Server 2012 PowerShell
- Windows Server 2012 Hyper-V Converged Fabric

Depois que você finalizou o desenho de acesso ao storage, há outro item não menos importante: Configurar o Storage. Esse procedimento é bem simples. E para não deixar esse post muito longo, e utilizar recursos já existentes no TechNet, vou deixar aqui o link de como montar seu storage iSCSI Target no Windows Server 2012 R2.

Espero que tenham gostado do post. No próximo post vamos ver os benefícios de outra opção de storage para Hyper-V, o SMB3.
Até mais!